quarta-feira, 17 de março de 2010

Vacas são Ets



video

"Se pudessem, as vacas comeriam VOCÊ e todos que você ama." (Troy McLure)



Enquanto olhávamos para o céu, enquanto construíamos grandes antenas para transmitir sinais as mais longínquas regiões do espaço, na esperança de que alguma raça alienígena nos contate. Nem desconfiávamos que entre nós, já há algum tempo, eles habitavam.


As evidências são muitas. Todo mundo sabe que vacas são os animais que mais sofrem abduções no planeta, quem ainda não sabia pode conferir aqui, e que vez por outra um bovino aparece morto em um pasto qualquer, com estranhas perfurações e cortes feitos com objetos desconhecidos dos humanos. Poucos, no entanto, compreendem que não se trata de simples abduções. Esses seres estão apenas voltando pra casa. Quanto às vítimas perfuradas por estranhos objetos, só podemos deduzir que se trata de queima de arquivo ou algum tipo de punição por uma tarefa mal realizada. Quem sabe, por um crime cometido no exercício da missão.


Os indianos, detentores de uma tradição religiosa milenar e conhecidos por sua espiritualidade latente, elegeram a vaca como um animal “sagrado”. Estranho? Apenas uma cultura diferente da nossa e uma maneira exótica de cultuar seus deuses? Povo atrasado? É bom lembrar, a Índia possui os maiores cientistas do planeta, em diversas áreas do conhecimento. Os melhores profissionais na área de computação e tecnologia da informação são indianos. Apenas coincidência?


Das fezes da vaca nasce um fungo, muito conhecido por hippies e entusiastas de estados alterados da percepção, que no final dos anos 50 começaram a ser estudados por renomados cientistas de Harvard, uma das universidades mais respeitadas do mundo. Entre esses cientistas estava o Dr. Timothy Leary que propagou a ideia da reprogramação da mente através do uso da substância psicoativa contida no tal fungo. Um fato isolado ou mais uma evidência?


Não amigos, eu não precisei ingerir nenhum desses fungos para formular minha teoria. Apenas observei. Quem teve a oportunidade de conviver com esses animais ruminantes, outra esquisitice dessa espécie, já deve ter notado a maneira estranha com que eles nos olham. Pacíficos, dóceis, amáveis, nos observam e se vangloriam de nossa ignorância quanto aos seus verdadeiros objetivos.


Agiram com inteligência admirável. Nos pegaram pelo estômago, não existe maneira mais eficaz de conquistar o homem. Agora, não estão apenas dividindo o espaço do planeta com a nossa espécie e a dos outros animais. Devastando florestas para perpetuação e superpovoamento de sua raça, substituindo imensas áreas verdes por pastagens a perder de vista. Destruindo a camada de ozônio com seu famigerado gás metano. Eles estão, de fato, dentro da gente. Nos dominam, nos escravizam, nos tornam seus hospedeiros, enquanto devoramos, assados e bem temperados, seus corpos.


Lembre-se, você é o que você come.

Nenhum comentário: